segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Um novo caminho, um longo caminhar

Não, definitivamente não comecei a correr ontem. E nem tampouco me arriscaria a um desafio de tamanha magnitude se houvesse começado. Até aqui, já foi contada uma longa história, com quase dez anos de duração e quase dezoito mil quilômetros de distância (por enquanto!). Uma verdadeira transformação pessoal que tive a chance de descrever detalhadamente, nas 237 páginas do livro que escrevi e batizei como Melhor que o caminho é o caminhar (saiba como adquirir o e-book)

Melhor que o caminho, qualquer caminho, é simplesmente nele poder caminhar

Do antes e depois, muito já foi falado, no livro e nas redes sociais. Os (muitos) quilos que perdi, o vício do cigarro que abandonei, o ferrenho sedentarismo que deixei para trás e a perigosa doença, a hipertensão arterial, que descobri ao acaso e tive que aprender a manter sob controle.

Do que é capaz a atividade física, em meu caso particular, a corrida

Antes de continuar, contudo, permitam que eu me apresente. Sou Fábio Namiuti, 41 (42 em março, e não são quilômetros), corredor de rua. Depois de quase duzentas e cinquenta corridas das mais variadas distâncias, inclusive nove maratonas (sete delas completadas, duas ficando pelo caminho), todas elas devidamente descritas e catalogadas no website pessoal denominado, tcharamArquivo de Corridas de Fábio Namiuti, achei que estava na hora de partir para um desafio de maiores proporções. Em 2013, já vai fazer cinco anos que decidi correr - e corri - minha primeira prova de 42,195 km. Não sou apressado. Não subo degraus de dois em dois. Não queimo a língua na panela do mingau. Mas senti que era o momento de passar para a próxima fase do game.

Um arquivo, muitas corridas
Este novo blog tem por finalidade ser uma espécie de "diário de bordo" dessa minha nova aventura, no bom sentido da palavra. A meta é estar apto a participar, ao final do mês de junho próximo, de uma ultramaratona, minha primeira prova deste gênero. Não uma de distância pré-definida, em um trajeto de uma ponta a outra de um mapa, como na minha primeira maratona em 2008. Mas uma corrida por tempo, em que o participante percorre a distância que conseguir dentro de um determinado intervalo. 

A exemplo de minha primeira corrida de montanha (os 18 km do Mountain Do de Campos do Jordão, em 2010), resolvi começar não por uma para "principiantes", mas direto em uma prova de fogo, logo uma com 24 horas de duração. Por "n" motivos: proximidade geográfica (em São Paulo, capital), custo (é certamente uma das únicas que não tenha inscrição paga), época do ano (pleno inverno). Mas também por uma particularidade do desafio. Correr durante um dia inteiro (ou quase) é, por si só, uma empreitada de grandes proporções. Junte a isso o fato dela ocorrer no confinamento de uma pista de atletismo, em incontáveis giros com apenas quatrocentos metros de extensão cada. Era mesmo para ser muito difícil, fisica e psicologicamente... Ou não teria graça!

Planilha (propositalmente) borrada
A receita do bolo está montada. Reconheço não ser o ideal, mas feita por mim mesmo, leigo curioso, baseada nas minhas leituras e pesquisas em fontes confiáveis, mas sobretudo em minha experiência, empírica e de longa data, como praticante de corrida. Falarei nas postagens a seguir dos meus treinamentos, da minha preparação em si (incluindo alimentação, suplementos, repouso), das estratégias que for definindo para a prova, de tudo aquilo que for descobrindo e aprendendo, já que sou relativamente experiente como pedestrianista, mas um total neófito neste admirável mundo novo das ultras. Contarei bastante com o apoio e as dicas de quem já desbravou antes de mim essas trilhas. Tentarei compartilhar aqui toda informação que for útil e possível. Tenho a clara impressão de que será uma experiência simplesmente fascinante.

Este é o novo caminho, que pretendo que me torne digno deste longo caminhar.

16 comentários:

  1. Que ótima noticia Fábio Namiuti showwwwww, mas uma pergunta e o outro blog nao vai mais postar lá? Ou vai ter os dois o outro para as pequenas e este para as Ultras??? Seja bem vindo no que precisar de dicas tamos juntos...Bons treinos.

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, meu amigo Jorge! O site pessoal Arquivo de Corridas de Fábio Namiuti segue no mesmo formato e finalidade, falando sobre as corridas de que participar (que devem ser bem poucas nesse primeiro semestre de 2013, aliás). O novo blog foi criado para falar especificamente de minha preparação e treinamentos para a estreia na ultramaratona. Conto muito com seu apoio, experiência e dicas, já que você é um dos maiores experts no assunto.

      Abração e muito obrigado pelo apoio de sempre!

      Excluir
  2. Olá Fábio.

    Já te conheço de blogs de amigos e também da matéria do Sportv (ou ESPN não me lembro). Gostei muito da sua forma de escrever e a partir de hoje começo a seguir seus dois blogs.

    Se puder de uma passadinha lá no meu. Se quiser segui-lo, ficarei honrado.

    Como faço para comprar seu livro?

    Abraço.

    Douglas
    corridaporprazer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Douglas. Obrigado pela visita e contato. Seja bem-vindo ao novo blog. Já me tornei também seguidor do seu.

      A primeira edição impressa do livro "Melhor que o caminho é o caminhar" está esgotada. Disponho apenas do livro em formato digital, que pode ser adquirido pelo site http://fabionamiuti2.loja2.com.br

      Grande abraço, bons treinos e corridas pra você!

      Excluir
  3. Puxa Fábio, que pena que está esgotada (ou não, para você, sinal que o livro é bom).

    Tem previsão de sair a segunda edição?

    Quanto ao formato digital eu acho muito ruim ler no computador.

    Douglas
    corridaporprazer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou tentando viabilizar um patrocínio para o lançamento da segunda edição, mas, por enquanto, não há nada de concreto.

      Excluir
  4. Olá Fábio,
    Sempre tive curiosidade de ler algo bem detalhado de uma preparação para uma prova dessas de ultra. Vou acompanhar de perto essa inciativa sua e sempre que possível vou mandar um feedback aqui nos comentários. Parabéns!

    valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anderson. Obrigado pela visita e mensagem. Procurei e não encontrei nenhum blog que falasse especificamente sobre esse tipo de preparação, logo, creio que será realmente algo interessante e válido para quem pretende enfrentar um desafio assim.

      Abraços!

      Excluir
  5. Caro amigo,
    muito sucesso e estaremos aqui acompanhando e torcendo por voce em mais um desafio.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, meu amigo Jorge! Agradeço demais pelo seu apoio de sempre. Que possamos estar juntos em muitos treinos a caminho dos nossos objetivos dessa temporada. Grande abraço!

      Excluir
  6. Parabéns pelo novo desafio. Teus relatos são muito vivos e fonte de inspiração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e pelas palavras, Roberson.

      Excluir
  7. vou te contar um segredo: eu tinha a maior vontade que você entrasse no mundo das ultras! não apenas porque é um universo maravilhoso, mas por um interesse egoísta: queria ver algo como um "arquivo de ultramaratonas do Fábio Namiuti":)
    porque suas descrições dos percursos que são primorosas!
    tô aqui me lembrando do estudo que fiz de suas participações meia trilheira de Ribeirão Pires;)

    vou acompanhar sua jornada na conquista de mais este desafio!

    uma jornada longa, e de muito aprendizado!

    um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vontade eu também tinha, Elis, e muita. Mas precisava fazer pelo menos uma maratona bem-feita para ganhar confiança e partir pra essa nova fase do jogo. Fiz logo duas, as de SP e Rio do ano passado. E acho que agora é chegada a hora de tentar.

      Conto muito com suas dicas valiosas, de quem conhece bem o caminho das pedras; e com o seu apoio, além de me inspirar demais no seu jeito sensacional de encarar os desafios de corrida.

      Quero muito aprender. Aprender muito. Continuar aprendendo sempre. A vida é isso, um contínuo e magnífico aprendizado, afinal.

      Abração e muito obrigado pela visita e mensagem.

      Excluir
  8. Agora sim consigo comentar. Desculpe a demora, mas estou voltando ao mundo nessa semana.

    Também vou encarar o terreno das ultras em 2013. E sua preparação será minha inspiração.

    Abração e espero que esse blog não termine com o desafio vencido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, parceiro! Bom te receber por aqui. Que possamos ter excelentes preparações e ganhar mais esses distintivos para a coleção, hehehe...

      Depois eu vejo o que faço com isso aqui. Por enquanto, a intenção é curtir, treinos, postagens e aprendizado.

      Abração e lembranças para toda a turma aí.

      Excluir

Obrigado por estar comigo neste caminho. Deixe também o seu registro de passagem. Dê sentido à existência disso tudo.